Google+ Followers

quinta-feira, 11 de março de 2010

O Monumento ao Barão de Mauá

Muitas histórias sobre os Monumentos do Rio ainda estão para ser desvendadas. Algumas foram descobertas por acaso, como a do Monumento ao Barão de Mauá.

Essa ocorreu quando de posse de várias fotos, observei que a posição do Monumento na Praça Mauá.

O período de 1902 a 1906 o Prefeito Pereira Passos abriu a Avenida Central, hoje Rio Branco. No seguinte, de 1907 a 1910 o Presidente Nilo Peçanha incentivou as construções de ferrovias.

Representando aquele momento, foi implantado no inicio da Avenida Central o Monumento ao Barão de Mauá, por ser esse patrono do Ministério dos Transportes e por ter empreendido a construção da primeira ferrovia brasileira, a Estrada de Ferro Mauá, no estado do Rio de Janeiro.

Quando foi inaugurado, em 1910, este se situava no centro das duas pistas da avenida Rio Branco, contrapondo a um Obelisco que já existia no final da mesma avenida, desde 1906.


 
construção em 1910

 

Aqui se observa o Barão de costas para a principal avenida da cidade.

- Anos de 1940

A sequência de fotos a seguir revelam que ele foi deslocado.

Provavelmente a construção do Viaduto da Perimental foi a razão do deslocamento. O primeiro trecho construído foi do Museu Histórico a Candelária, depois continuou por cima da Praça Mauá (contornando o Mosteiro de São Bento e por cima da Avenida Rodrigues Alves), a terceira e última fase foi a sua ligação com a Ponte Rio Niterói, no início dos anos 70. Na foto a seguir constata-se que o Monumento era muito próximo ao viaduto, no alinhamento da Avenida Rodrigues Alves.

                                  

A estátua permanece de frente para o mar, porem de costas para o edifício "A Noite".

         
                                                                                                                                       Anos de 2000

A obra Rodolfo Bernadelli inaugurada em 1 de maio de 1910, representou um marco da Cidade.

O Monumento é composto por uma estátua em bronze do Barão, numa postura elegante, tendo na mão um chapéu e uma bengala ( desaparecida). A estátua esta centrada em um pedestal, uma coluna dórica de 8,30m de altura, talhada em granito Irajá, assentada em uma base de cantaria.

Informação incluida em outubro de 2012:  Em outubro de 2011, o Monumento foi removido para a construção de um viário sob a Praça Maua. A escultura a principio foi guardada no depósito da Prefeitura bem como a coluna e as pedras do pedestal.


      
                                   

No dia 24 de outubro de 2012, a estátua do Barão de Mauá foi instalada na fachada do prédio da Associação Comercial do Rio de Janeiro, na Casa de Mauá, na Rua da Candelaria no Centro. O objetivo foi  de manter a homenagem no espaço público.  A peça foi restaurada e confeccionada uma nova bengala,  pela associação comercial, ficando exposta até definição de sua instalação na Praça Mauá.



Finalmente em 27 de fevereiro de 2015, com o final das obras e para as comemoração do  450º aniversário da Cidade,  a estátua original do Barão de Mauá retornou para a praça. Uma réplica foi instalada, em 18 de junho de 2015, em frente a sede da Associação Comercial permitindo assim uma dupla homenagem.

 




Veja a ficha cadastral: